terça-feira, 13 de setembro de 2011

“A abordagem do assunto “catira” é de uma gama espetacular, a cada região uma expressão cultural define seus meios de entendimento.    Uma coisa é certa a cultura tem em comum a perpetuação de suas tradições”

 Wosley Torquato

Crixás é um município brasileiro do estado de Goiás. Sua população estimada em 2007 era de 14.547 habitantes. Sua economia é baseada na agropecuária e na extração de minerios, dos quais se destaca o ouro.

A colonização de Crixás, região compreendida entre os rios Crixás-Açu e Crixás-Mirim, iniciou-se com a passagem da bandeira chefiada por Bartolomeu Bueno, filho do Anhangüera, em 1726, quando ali se descobriram ricas minas de ouro.

A região era habitada pelos índios "Kirirás" ou Curuchás, cuja tradução do tupi crixás deu origem à denominação dos dois grandes rios e da povoação nascente.

A fundação do povoado é atribuída ao bandeirante Manoel Rodrigues Tomás, companheiro de Bartolomeu, no período de 1726 a 1734, com a denominação de Nossa Senhora da Conceição, mais tarde Crixás. Segundo outra corrente histórica, foi o sertanista Domingos Pires o fundador da povoação de Crixás, em 1734, elevada a "arraial" em 1740.

Em janeiro de 1755, o arraial de Crixás foi elevado a paróquia, condição em que permaneceu por quase dois séculos, tornando-se sede da vila transferida de Pilar, a cujo distrito pertencia.

FOLIA E CATIRA DE CRIXÁS – Tradição preservada*

                                         
*Por: Sinvaline Uruaçu, GO

A cidade de Crixás, antigo Arraial de Nossa Senhora da Conceição está localizada na Região Norte de Goiás, no Vale do Araguaia, ficando distante de Goiânia 320 Km e 354 Km de Brasília.       Crixás teve seus dias de glória na época da mineração e por isso possui várias igrejas católicas como a de São Gonçalo, Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora da Conceição e outras.          A Festa do Divino Espírito Santo acontece no mês de junho é uma manifestação da cultura popular que o grupo coordenado pelo sr. Joaquim Maciel de Lima faz questão de preservar e para isso tem o apoio da prelazia local, o que não é comum nas outras cidades do interior de Goiás.

No VIII Encontro de Culturas da Chapada dos Veadeiros esse grupo fez uma participação especial juntamente com outros de várias regiões do Brasil. O grupo de Crixás é formado por 22 pessoas que fazem questão de manter viva essa tradição. Seu Manoel Dias (68) um dos integrantes diz:
- Nóis ta ficando pouco, os mestre vão morrendo, então nois tem que ensina as criança pra brinca com nois! Pois isso cumeçou desde a época dos bandeirante, num pode acabar!

          Fala exibindo um pandeiro feito com cipó de leite, tampinhas de garrafas ou pedaços de zinco e o fundo de plástico de garrafa PET, de sua criação.
Sebastião Dias (54), acredita que a catira é de origem das rodas de boiadeiros que compravam e vendiam gado ou seja, catiravam a mercadoria.

- Catira é o jeito de trocar um animal pelo outro, então os boiadeiro viajava a cavalo fazeno isso. A noite em redor de uma fogueira eles dançava e ficou a dança com o nome de catira.
O grupo tem outros ritmos além da música da folia e da catira: o batuque de chegada, o ponteado, a avadeira, curraleira e outros.




 
 

          Sr. Joaquim Maciel de Lima (78) ex-prefeito de Crixás e líder do grupo sabe que essa tradição é importante, existe há mais de 200 anos, inclusive em sua família, que é pioneira local.  Considera muito importante a preservação dessas manifestações e por isso está à frente do grupo ensinando crianças e envolvendo toda a comunidade.     Seu Joaquim Maciel com muito respeito cita milagres presenciados nesses anos como a cura de um neto seu e o caso de uma professora que sofreu um acidente e ficou na cadeira de rodas e relata:      
    - No dia da folia passar pela sua casa como é o costume de passar nas casas, a enfermeira se preparava para levar a cadeira pra ela ir até à porta para receber a Folia.     

Quando voltou com a cadeira, a professora já estava de pé na porta esperando a bandeira.   Todos presenciaram esse milagre!
No VIII Encontro de Culturas Crixás se juntou à outros grupos formando uma grande festa.    Donas de casa, lavradores, crianças, enfim todos mostrando suas raízes, que são artistas e sobretudo como é importante a preservação das manifestações culturais brasileiras.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Crix%C3%A1s

http://crixasgoias.blogspot.com/2008/08/folia-e-catira-de-crixs-tradio.html

sábado, 23 de julho de 2011

AMIGOS PARA SEMPRE

 
Foi num encontro de folia aqui em Brasília que tive o privilegio de conhecer esta pessoa maravilhosa Sr Evaristo Torquato, que num breve instante travamos uma das mais interessantes conversas sobre a tradição cultural da folia de reis, aprendi muito.
uma pessoa amável e de um profundo conhecimento, uma capacidade sem tamanho de transmitir sua fé e devoção nos Santos Reis levada com estrema humildade comum aos que muito sabem.
foi se o homem ficou o legado, mais de 80 anos sempre dedicados a preservação da cultura popular Evaristo Torquanto eterno brilho da estrela guia!
aqui o nosso muito obrigado por sua estrema dedicação ao seu povo e sua fé!
Peninha

 

terça-feira, 15 de março de 2011

Cultura "Repassando conhecimento"


Oficina de Catira no Centro Cades
 O Momento de se repassar o conhecimento é mágico, é a capacidade de expressão mais fantástica que existe, se fazer entender e colocar em prática todos os ensinamentos adquiridos.

TODO MOMENTO

"MOMENTO" é toda situação em que acontece um fato diferente e que todos marcam na vida da pessoa, seja ele acontecimento com pessoas, animais ou coisas.
O "MOMENTO" é provocado ou não.

A VIDA O QUANTO ELA É BOA

O MOMENTO DIZ MUITO

sábado, 5 de março de 2011

"MOMENTOS" SEM PALAVRAS








Sitecurupira disse...


foi num encontro de folia aqui em Brasília que tive o privilegio de conhecer esta pessoa maravilhosa Sr Evaristo Torquato, que num breve instante travamos uma das mais interessantes conversas sobre a tradição cultural da folia de reis, aprendi muito.
uma pessoa amável e de um profundo conhecimento, uma capacidade sem tamanho de transmitir sua fé e devoção nos Santos Reis levada com estrema humildade comum aos que muito sabem.
foi se o homem ficou o legado, mais de 80 anos sempre dedicados a preservação da cultura popular Evaristo Torquanto eterno brilho da estrela guia!
aqui o nosso muito obrigado por sua estrema dedicação ao seu povo e sua fé!
Peninha

Os Reis Magos em acenssão


Os Reis Magos em ascensão
video


domingo, 16 de janeiro de 2011

Convite para Encontro Cultural

0 10º Encontro de Folias de Reis em Goiânia será no dia 30 de janeiro, iniciando-se às 7:00 horas com a Missa dos Foliões nos interior da Igreja Matriz do Bairro de Campinas. Após a missa o encontro terá sequência na praça ao lado, devendo se estender até às 18 horas, com apresentação sucessiva das folias que comparecerem. Estão sendo aguardadas as inscrições de 50 companhias. Informações poderão ser obtidas pelo telefone da promotora do evento, a Secretaria Municipal de Crultura de Goiânia: 62-35241755.
Abraço a todos os encontristas/foliões destas datas. Favor divulgar.
Jadir Pessoa/Affonso Furtado/WosleyTorqutohttp://culturaemanifestacoespopulares.blogspot.com/